Novo resort de luxo nas Cataratas tem safari e piscinas privativas

 

Inaugurado há quatro meses no lado argentino das Cataratas do Iguaçu, o Awasi Iguazú é um novo hotel de luxo que leva turistas para um safari em alto estilo pela mata atlântica preservada. A ideia é oferecer uma experiência diferente de visita às quedas d’água, distante 20 minutos do hotel.

 

O Awasi Iguazú fica dentro do Parque Provincial de Urugua-í, em Puerto Iguazú, e tem uma estrutura única para receber visitantes. São apenas 14 quartos (ou ‘villas’) luxuosos com piscinas privativa. O safari guiado leva a cantos pouco visitados da floresta nativa e conta com um guia especializado em natureza em um carro SUV, com tração nas quatro rodas, que facilita o trajeto às antigas ruínas jesuíticas e visitas a tribos guaranis.

 

Um dos maiores atrativos é a flexibilidade dos passeios: diferente de outros hotéis, os safaris do Awasi permitem que o hóspede comece e termine o roteiro sempre que quiser. Não há pacotes fechados, e o transporte usado está disponível a qualquer hora.

 

De acordo com o guia Nahuel Alonso, que organiza alguns dos pacotes, há opções como caminhadas e passeios em trilhas da região. “A excursão mais distante leva os hóspedes para as ruínas missionárias jesuítas na parte sudoeste da província, uma viagem que demora em torno de seis horas de estrada”, conta.

 

Mas o ponto alto mesmo do Awasi é o passeio às Cataratas do Iguaçu no lado argentino. Alonso leva os turistas por um caminho no meio da selva até as pontes metálicas que dão acesso aos mirantes. O passeio é realizado bem cedo, às 8h, antes da abertura do parque, para que os visitantes possam conhecer as quedas d’água sem o movimento maior de turistas.

 

O gerente geral do Awasi, Nicolás Di Costanzo, conta que cada detalhe do hotel foi pensado para marcar a memória do visitante, mostrar que “este lugar tem inspirado a vida desde os tempos em que os povos indígenas entenderam o mundo, e é isso que fazemos aqui”.

 

Os pacotes para se hospedar no hotel custam a partir de R$ 7 mil para duas pessoas, com duração mínima de três dias. Este período foi proposto pela direção do Awasi Iguazú para que o turista conheça as atrações oferecidas, mas nada impede a extensão do período. O hotel também oferece uma gastronomia que mistura ingredientes locais da floresta preparados com técnicas internacionais pelo chef Aarón Castillo Tellería.

 

Fonte - Gazeta do Povo