WAKEBOARD A CABO

 

O wakeboard não é novidade em Foz do Iguaçu. O esporte é praticado há mais de 15 anos e a cidade já sediou importantes competições, inclusive do circuito internacional.

 

A grande notícia é a chegada na região do Wake Cable Park, uma versão mais prática, econômica e sustentável da modalidade. Enquanto na versão original do wakeboard as pranchas são puxadas por uma lancha, na nova configuração os praticantes surfam conectados a um cabo de aço impulsionado por motor elétrico.

 

As vantagens são muitas, a começar pelo custo, pois não é necessário ter ou alugar uma lancha. Além disso, o uso de energia limpa e renovável colabora com a preservação ambiental.  

  

Por isso, reserve um tempo em Foz do Iguaçu para experimentar essa inovadora configuração na Wake Iguassu Esportes Aquáticos. Lá você vai encontrar um tanque de 16 mil m² especialmente concebido para o cable park, encravado em belo cenário natural, com toda a estrutura necessária.

E se você nunca subiu em uma prancha, não se preocupe, existem opções em todos os graus de dificuldade. Instrutores experientes acompanham os principiantes em suas manobras e ajudam os profissionais a melhorarem suas performances.

Outra excelente opção é simplesmente assistir ao espetáculo das manobras radicais do deque do bar, com todo o conforto e na boa companhia de gente que ama a vida ao ar livre, o esporte e a natureza.
 

 

CURIOSIDADES
 

- O sistema cable park foi inventado pelo engenheiro alemão Bruno Rixen, em 1962 e depois adaptado para várias atividades aquáticas.

- No wake cabe park, por não depender de um barco para puxá-lo, o atleta pode praticar as manobras mais vezes em menos tempo e, assim, desenvolve técnicas mais rápido.
- Além de disponibilizar o local para a prática do wake cable, a Wake Iguassu Esportes Aquáticos também dá aulas de wakeboard, wakesurf e wakeskate para curiosos, iniciantes e profissionais.

- A extensão do circuito é de 150 metros, com obstáculos específicos para os diversos graus de dificuldade.

- Em geral, os aprendizes conseguem arriscar pequenas manobras logo na primeira aula. A idade mínima para as atividades aquáticas do Wake Igassu é de 14 anos.

- O wakeboard surgiu nos EUA como alternativa ao surf para os dias de pouca onda.

- A primeira prancha de wake foi criada em 1979 pelo surfista californiano Tonny Finn.

 

Mais informações:

 

http://www.wakeiguassu.com.br/