Janeiro de 2018 é o melhor mês na história do turismo de Foz 09.02.2018

Janeiro de 2018 é o melhor mês na história do turismo de Foz

O Parque Nacional do Iguaçu, onde estão localizadas as Cataratas, apontou um crescimento significativo em comparação ao ano anterior.

 

Foz do Iguaçu está em evidência no turismo de lazer no Brasil. Com um cenário composto por belas paisagens naturais e uma estrutura hoteleira com a melhor relação custo-benefício entre os principais destinos brasileiros, a cidade inicia o ano com a perspectiva de quebra de novo recorde de visitação. Janeiro já é o melhor mês na história do turismo.

 

“Os destinos de natureza estão na moda. Há uma preferência crescente por destinos que conciliem desenvolvimento do turismo com preservação do meio ambiente. Além disso, Foz do Iguaçu é um destino três em um. Turista vem pra cá e visita três países ao mesmo tempo, com atrativos diferentes, mas que se complementam”, afirma o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

 

Para se ter uma ideia, o Parque Nacional do Iguaçu, onde estão localizadas as Cataratas do Iguaçu recebeu no primeiro mês do ano 8% a mais de visitantes do que janeiro de 2017. Passaram pela bilheteria do atrativo em janeiro deste ano 233.598 pessoas, ante 216.465 (2017).

 

No ano passado Um milhão 788 mil e 922 pessoas de 166 países se conectaram com a natureza do Parque Nacional do Iguaçu. Os brasileiros lideram o ranking de visitação com 992.038. Argentina, Paraguai, França, Alemanha, Estados Unidos, Espanha, Uruguai, Inglaterra, China completam a lista dos dez maiores emissores.

 

Existe ainda a expectativa de quebra de recorde nos outros atrativos, como Itaipu e Parque das Aves. Os números finais serão contabilizados nos próximos dias, mas já é aguardado um aumento de visitação em comparação ao mesmo período do ano passado.

 

A hotelaria também deve comemorar a melhor ocupação média da sua história para o mês de janeiro. Seguindo a tendência de crescimento do ano passado, o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, que divulgará os números de embarques e desembarques nos próximos dias, também terá aumento significativo neste início ano.

 

Experiência na natureza

 

O chefe do Parque Nacional, Ivan Baptiston, avalia o crescimento como uma mudança no perfil dos turistas. “Acredito que as pessoas estão buscando mais lugares que possibilitem experiências transformadoras em contato direto com a natureza. Isto os visitantes encontram no parque com a beleza cênica, na riqueza da floresta, nos passeios e nas vivências que elas experimentam no local”, afirmou.

 

A visita ao parque é considerada tendência mundial para o ano de 2018, conforme relatórios das maiores plataformas de viajantes do mundo na internet, entre elas o TripAdvisor, Expedia e Skyscanner. A experiência e a avaliação dos viajantes que estiveram no Parque Nacional do Iguaçu estimulam milhares de pessoas, afirmam os portais, que monitoram as escolhas e tendências de turistas no planeta.

 

Marco das Três Fronteiras

 

O Marco das Três Fronteiras também vem se destacando na escolha dos turistas. Em janeiro desde ano o crescimento é expressivo, comparado ao mesmo mês de 2017. Passaram pelo atrativo 49.138 visitantes, representando um acréscimo de 32% ante 2017, quando 37.270 pessoas visitaram o local.

 

Permanência

 

Para atender à crescente demanda de turistas o município está recebendo a cada ano mais atrações, o que garantem uma permanência maior no destino. A cidade recebeu recentemente o Dreams Ice Bar, que faz parte do Complexo Dreams, o Ice Bar Brasil e neste mês a maior roda gigante itinerante do país entrou em funcionamento no Marco das Três Fronteiras.

 

Foto: Christian Rizzi

Mais Notícias
Parceria
FOZ DO IGUAÇU DESTINO DO MUNDO | Política de privacidade | Desenvolvido com Drupal 6.1 | +55 45 2105-8120 IMAM